Melhores opções para trabalhar em casa para portugueses

O trabalho remoto nunca foi tão popular. O período de confinamento forçou muitos portugueses a trabalhar temporariamente a partir de casa e vários profissionais acabaram por se deixar convencer pela conveniência do trabalho remoto. É uma realidade cada vez mais comum num mundo moderno e altamente digitalizado, que se continua a fazer sentir mesmo após a reabertura dos vários setores da economia.
O trabalho remoto nunca foi tão popular. O período de confinamento forçou muitos portugueses a trabalhar temporariamente a partir de casa e vários profissionais acabaram por se deixar convencer pela conveniência do trabalho remoto.

Related Topics (Sponsored Ads):

É uma realidade cada vez mais comum num mundo moderno e altamente digitalizado, que se continua a fazer sentir mesmo após a reabertura dos vários setores da economia.

É uma realidade cada vez mais comum num mundo moderno e altamente digitalizado, que se continua a fazer sentir mesmo após a reabertura dos vários setores da economia.

As vantagens de trabalhar online

Trabalhar a partir da Internet pode ser muito vantajoso. Para além de ser uma excelente maneira de poupar em custos do dia a dia como combustíveis, transportes e refeições, pode ser mesmo mais produtivo! Um estudo de 2021 olhou para os números de cerca de 800.000 trabalhadores e concluiu que se verificou um aumento surpreendente de 47% nos níveis de produtividade entre março de 2019 e março de 2020, em clara coincidência com o aumento do trabalho remoto.

Milhares de portugueses e milhões de trabalhadores em todo o mundo já se renderam às vantagens do trabalho a partir de casa e esforçam-se por construir uma carreira sólida como trabalhadores remotos. Existem várias formas de o fazer, mas hoje vamos focar-nos em soluções que estão ao alcance de qualquer cidadão e podem ser facilmente acedidas através da Internet.

Algumas das soluções que hoje lhe apresentaremos são compatíveis com uma carreira a tempo inteiro, enquanto outras podem funcionar como uma forma de fazer um rendimento extra ou de ocupar as horas livres com um trabalho em regime de tempo parcial.

Upwork

Fazer a vida como trabalhador independente não é fácil, mas é muito apetecível. Ser um trabalhador por conta própria é o sonho de muitos portugueses, e nenhum site em Portugal lhe garante tantas oportunidades de trabalho como o Upwork.

O Upwork conta com um grande número de empregadores de todo o mundo e um vasto leque de profissionais dedicados. A melhor parte é que o Upwork tem espaço para todos os profissionais, desde tradutores até programadores especializados, sem esquecer gestores de redes sociais, artistas gráficos ou funcionários de atendimento ao cliente. De modo muito simples, o Upwork é um dos sites mais completos para trabalhadores independentes e cresceu muito durante o período do confinamento.

Os pagamentos são processados com segurança e os utilizadores encontram-se protegidos por uma série de diretrizes desenhadas para assegurar que todos os contratos de trabalho se processam eficazmente.

Para começar, basta escolher as suas especialidades, criar um perfil profissional e candidatar-se aos empregos que mais se adequam às suas habilidades. Dependendo da área, existem novas oportunidades de trabalho praticamente de minuto a minuto.

Fiverr

O Fiverr é outro site para trabalhadores independentes, mas que não é tão abrangente como o Upwork. O Fiverr foi desenhado para satisfazer as necessidades de artistas amadores ou profissionais que queiram fazer com que a sua arte chegue a mais pessoas. Neste site, o utilizador tem a possibilidade de oferecer serviços por preços tão baixos quanto $5 (daí o nome) e de definir ao detalhe qual o serviço fornecido.

Do ponto de vista dos artistas, o Fiverr é um site de sonho e uma oportunidade única de consolidar uma carreira como trabalhador remoto. Ao contrário do que acontece em sites como o Upwork ou o Freelancer, o Fiverr dá aos trabalhadores independentes a oportunidade de definir concisamente os serviços oferecidos; neste caso, é quem paga que deve escolher de entre um leque de diferentes artistas e fazer uma proposta para requisitar um serviço.

Pay to Click e sites semelhantes

Nem todas as aptidões profissionais se adaptam ao mundo digital. Mas é possível trabalhar remotamente sem dispor de qualquer habilidade específica. Como? Através do Pay to Click, do ClixSense ou do NeoBux.

Nestes sites, os trabalhadores podem fazer cerca de 200 € a 400 € por mês a trabalhar em regime de tempo parcial, e tudo o que é preciso fazer é carregar em anúncios. Existem dezenas ou mesmo centenas de sites do género na Internet e a maior parte encontra-se à disposição de qualquer trabalhador.

Fazer um salário que cubra todas as suas necessidades a partir de um site como o Pay to Click nem sempre é possível, mas estes são uma forma fácil de conseguir um rendimento mensal extra e destacam-se especialmente por se adequarem a todos os trabalhadores, mesmo os menos qualificados.

Redes sociais, blogs e vlogs

O trabalho remoto também passa pelas redes sociais, e uma boa forma de conseguir ganhar algum dinheiro (e perseguir um sonho) passa por definir a sua marca pessoal nas redes sociais, no YouTube ou em sites de blog. Não é preciso ter milhões de seguidores para conseguir trabalhar como influencer: por vezes, basta ter um leque interessante de fãs para conseguir atrair o interesse de alguns patrocinadores, especialmente no caso de perfis e canais de YouTube que explorem setores de nicho. Ser um influencer digital não é fácil, mas é mais comum do que nunca e ameaça transformar-se no grande exemplo de trabalho remoto do século XXI.

Related Topics (Sponsored Ads):

Things You May Like

Mobile Sliding Menu

Comparisonsmaster